quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Review: Delusions (To-Mera)


Segundo trabalho em dois anos para o colectivo liderado pelo britânico Lee Barret, que agora se apresenta, pelo menos em termos teóricos, como um quarteto. E dizemos em termos teóricos porque embora o grupo não disponha de um teclista próprio, não há dúvida que, à semelhança do anterior Transcendental, as teclas, nomeadamente os pianos, tem um papel deveras importante na sonoridade deste Delusions. Este é um álbum que apresenta um passo em frente em relação ao seu antecessor. Embora navegando no mesmo estilo progressivo, Delusions, alcança um novo patamar em termos de intensidade musical muito por culpa da vertente (já conhecida de Transcendental), jazzistica, mas agora também adicionada de uma outra mais thrash, com as guitarras mais sujas, por um lado, e mais sinfónica, por outro. Há nesta obra momentos completamente marados como o início de The Glory Of A New Day ou o solo de saxofone em Asylum. Mas é em Temptation que toda a criatividade e espontaneidade do jazz vem ao de cima numa desbunda técnica verdadeiramente alucinante. Por outro lado é em temas como The Lie ou A Sorrow To Kill com alguns apontamentos sinfónicos que a grandiosidade deste trabalha mais se realça. Infelizmente tanta destreza técnica e tanta qualidade instrumental não tem acompanhamento ao nível vocal. À semelhança do que acontece, por exemplo, com os Aghora, a parte vocal, embora competente em termos técnicos deixa um ligeiro amargo de boca. Tal como Diana Serra, também Julie Kiss parece não ter estaleca para estas estruturas musicais e para tanta variação rítmica e harmónica, pautando o seu registo por longos momentos de pouca diversidade. Aliás, em termos vocais, o momento mais alto será mesmo o coro masculino em Inside The Hourglass.


Tracklisting:
The Lie
Mirage
The Glory Of A New Day
Inside The Hourglass
A Sorrow To Kill
Asylum
Fallen From Grace
Temptation

Lineup: Julie Kiss (vocais), Lee Barret (baixo), Tom MacLean (guitarra), Paul Westwood (bateria)

Website: http://www.to-mera.com/

Edição: Candlelight (http://www.candlelightrecords.co.uk/)

Nota VN: 17,33 (3º)

Playlist 01 de Fevereiro de 2008

1ª hora:

Vampire (Xandria)
What I See (Lacuna Coil)
Midnight Girl (Secrecy)

Flashback da semana: Virtual XI (Iron Maiden)
The Angel And The Gambler

Just Carry On (Stratovarius)
Love’s Tragedy Asunder (Demons & Wizards)
Growing Feelings (Project: Creation)
Holes (Jon Oliva’s Pain)

2ª hora:

Nachtschatten (Lacrimosa)
Supermassive Black Hole (Threshold)

Disco da semana: The Scarecrow (Avantasia)
The Scarecrow
Shelter From The Rain
What Kind Of Love
Cry Just A Little

Crimson Tail (Penumbra)
Wounds Of Rejection (Before The Rain)

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Review: The Scarecrow (Avantasia)


Quando no início do milénio Tobias Sammet, vocalista dos Edguy se lembrou de criar uma ópera metal, Avantasia, todo o mundo metálico ficou em alvoroço. Em dois anos, as duas partes de The Metal Opera deixaram uma marca indelével da capacidade do jovem compositor alemão. Desde essa altura que os fãs se tem perguntado pela continuidade ou não do projecto. Acreditamos que, também, Tobias Sammet, nunca tenha deixado que o seu cérebro estagnasse e não pensasse no regresso dos avantasianos. E, de facto, o regresso aconteceu porque… era obrigatório acontecer. The Scarecrow marca, assim, a entrada num novo ano com uma fasquia bem elevada. Aliás, o duplo EP editado em finais de 2007 (as duas partes de Lost In Space), deixaram claro que algo grandioso estava para acontecer. The Scarecrow comprova-o. Sammet faz-se acompanhar de um leque de inegável classe, mas é a sua capacidade de criar temas que mais sobressai. O outrora jovem, cresceu, está mais maduro e as suas composições reflectem isso. Desacelerou, imprimiu melodia, explorou novos campos, acrescentou groove. E tudo isso sem deixar de ser Avantasia, um projecto que a cada paço ameaça tornar-se maior que o seu grupo de origem. O álbum inicia-se com Twisted Mind, um tema ritmicamente lento mas estruturalmente muito forte. É o sinal que algo de novo e de bom está para acontecer. E de facto, logo no tema seguinte, o longo e épico The Scarecrow somos assaltados por um violino mágico que nos transporta para tempos medievais. E o conjunto de grandes malhas sucedem-se umas atrás de outras com uma referência especial ao facto de apenas três temas se situarem em velocidades próximas da da luz. Pelo meio tempo para um tema forte em termos sinfónicos com Amanda Somerville em grande estilo (What Kind Of Love), para uma emocionante balada acústica (Cry Just A Little) ou para uma incursão nas ondas radiofonias (Carry Me Over). E se Another Angel Down e Lost In Space já eram conhecidas dos EP’s, em Shelter From The Rain e The Toy Master o germânico conseguiu criar dois grandes temas vocalizados por dois grandes senhores: Michael Kiske e Alice Cooper, respectivamente. A evidência da capacidade camaleónica de composição do vocalista fica mais que demonstrada nestes temas já que qualquer um deles podia, perfeitamente, estar nos grupos de origem dos convidados, referindo-nos, no primeiro caso, mais concretamente aos Helloween.


Tracklisting:
Twisted Mind
The Scarecrow
Shelter From The Rain
Carry Me Over
What Kind Of Love
Another Angel Down
The Toy Master
Devil In The Belfry
Cry Just A Little
I Don’t Believe In Your Love
Lost In Space


Convidados: Alice Cooper, Amanda Somerville, Bob Catley (Magnum), Jorn Lande (ex-Masterplan), Kai Hansen (Gamma Ray), Michael Kiske (ex-Helloween), Oliver Hartmann, Roy Khan (Kamelot), Rudolf Schenker (Scorpions; guitar)


Website: http://www.tobiassammet.com/

Edição: Nuclear Blast (http://www.nuclearblast.de/ )

Nota VN: 18,00 (1º)

Playlist 25 de Janeiro de 2008

15 melhores de 2007 – Produção Internacional

1ª hora:

Requiem, Kyrie (Virgin Black)
America (Pain Of Salvation)
Gears Of War (Megadeth)
Ballrog Boogie (Diablo Swing Orchestra)
Fools Of Damnation (Epica)
Bye Bye Beautiful (Nightwish)
One By One (Sirenia)
Canopus 3 (Serenity)

2ª hora:

Came Wonder (Agua de Annique)
Tuna 1613 (Therion)
The Conclusion (Neal Morse)
Forgiven (Within Temptation)
Paa Hvaelvet (Lumsk)
In The Presence Of Enemies Part I (Dream Theater)
Constant Motion (Dream Theater)
Prophets Of War (Dream Theater)

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Playlist 18 de Janeiro de 2008

1ª hora:

Lonely (Silent Stream Of Godless Elegy)
The Rain Falls In The Desert (DGM)
Den Bengtekne (Hardingrock)
Mourning Star (Kamelot)
Lost Ones (Mehida)
Prophets Of War (Dream Theater)
Fate (Tristania)

Flashback da semana: State Of World Adress (Biohazard)
Down For Life

Ghost Of The Sun (Katatonia)
Hexagram (Deftones)


2ª hora:

Sour Ground (Asrai)
Winter Night (Eyes Of Eden)

Top Loud Radiobroadcast
Meadows Of Heaven (Nightwish)
Coldest Rain (Haven Denied)
Embryonic (Riverside)
Kill It (Hellowen)
Sweet Dark Love (Secrecy)
Nihilist War God (WAKO)
Os Pratos da Balança (Mata-Ratos)
Into The Storm (Gamma Ray)
Empire Falls (Primordial)

A Servant (Amorphis)

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Playlist 11 de Janeiro de 2008

15 Melhores de 2007: Produção Nacional

1ª hora:

Gasping For Air (Redstains)
Answer To All Questions (Inside Four Walls)
Liar (Madcab)
My Agonyzing Feelings (Wintermoon)
Ainda É Noite (Dwelling)
Robert Johnson (Bulldozer)
Houdini Blues (Charles Manson)
Lisboa (Men Eater)
The Push (Sigma)

2ª hora:

Wounds Of Rejection (Before The Rain)
Pelicula Divina (The Dead Poets)
Shadows Call (Secrecy)
The Dual Keys (Ava Inferi)
The Voice Of Cheops (Project: Creation)
Knight (Haven Denied)
You Are What You Give (Haven Denied)
Auguries Of Innocense (Haven Denied)

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Os 15 Melhores de 2007 (Produção Nacional)

Agora que já conhecemos aquele que foi considerado, pela Produção de Via Nocturna, como o melhor álbum do ano, aqui fica a lista dos 15 mais que terão direito a destaque numa das edições de Janeiro:

1. Haven Denied (Haven Denied)
2. Dawn On Pyther (Project: Creation)
3. The Silhouette (Ava Inferi)
4. Dark Sweet Love (Secrecy)
5. Beauty & Brutality (The Dead Poets)
6. …One Day Less (Before The Rain)
7. Recent Delay (Sigma)
8. Hellstone (Men Eater)
9. E Se Depois… - Tributo a Mão Morta (V/A)
10. Devil's Blues (Bulldozer)
11. Ainda É Noite (Dwelling)
12. Down Under (Wintermoon)
13. Keeping Wounds Open (Madcab)
14. Insdie Four Walls (Inside Four Walls)
15. Redstains (Redstains)

Os 15 melhores de 2007 (Internacional)

Agora que já conhecemos aquele que foi considerado, pela Produção de Via Nocturna, como o melhor álbum do ano, aqui fica a lista dos 15 mais que terão direito a destaque numa das edições de Janeiro:

1. Systematic Chaos (Dream Theater)
2. Det Vilde Kor (Lumsk)
3. The Heart Of Everything (Within Temptation)
4. Sola Scriptura (Neal Morse)
5. Gothic Kabbalah (Therion)
6. Air (Agua de Annique)
7. Words Untold & Dreams Unlived (Serenity)
8. Silent Waters (Amorphis)
9. Nine Destinies And A Downfall (Sirenia)
10. Dark Passion Play (Nightwish)
11. The Divine Conspiracy (Epica)
12. The Butcher's Ballroom (Diablo Swing Orchestra)
13. United Abominations (Megadeth)
14. Scarsick (Pain Of Salvation)
15. Requiem - Mezzo Forte (Virgin Black)

Playlist 04 de Janeiro de 2008

1ª hora:

Oasis (Tarja)
Película Divina (The Dead Poets)
This Dying Soul (Dream Theater)
From Lowering Skies (Moonspell)

Flashback da semana: Dirt (Alice In Chains)
Rooster

The Siren (Nightwish)
Angel Of The God (In Solitude)
Where The Cold Winds Blow (Winds)

2ª hora:

Paa Hvaelvet (Lumsk)
I Am (Project: Creation)
Consign To Oblivion (Epica)
Immortal Venus (The SymphOnyx)
Not The Only (Nocturnal Rites)
Haven’t (Haven Denied)
The Grand Design (Edenbridge)
Rebirth (Ethereal)
Inocente o Doente (Mata Ratos)