Review: Into Forever (7 Days)

Into Forever (7 Days)
(2010, Liljegren Records)

A história está cheia de supergrupos que incluem elementos de renome de outras bandas. E sabemos bem que, muitas vezes esses super grupos resultam em pleno aproveitando o know how de cada elemento; mas também sabemos que há muitos casos de desilusão face ao que esses músicos faziam nas suas bandas de origem. Cabe esta introdução a propósito dos 7 Days, projecto liderado por Markus Sigfridsson, que se enquadra na definição de super grupo e que reúne alguns ilustres da cena musical de peso sueca. Este é já o segundo álbum do projecto, depois de The Weight Of The World (de 2006) e marca a estreia de mais uma editora, a Liljegren Records, gerida precisamente por Christian Liljegren vocalista dos Audiovision, Golden Resurrection, Divinefire e ex-Narnia) e que aqui também participa com alguns vocais. E para enquadrar, pode dizer-se que este Into Forever se encaixa no segundo lote de classes de projectos anunciados no inicio. Isto é, acaba por desiludir face às expectativas criadas. É certo que a criatividade não falta, mas nem sempre é bem canalizada. O press release fala em metal melódico, mas a verdade é que a banda sendo, indubitavelmente melódica, veste a pele de um power metal de contornos progressivos em que as constantes alterações rítmicas e melódicas com o frequente recurso aos teclados são as principais características. Os temas são, então, constituídos por diversas secções diferenciadas. O problema surge quando essas secções não encaixam de forma convincente e agradável ao ouvido. Na prática é como se estivessem a montar um puzzle de tal forma que não faça sentido. Por outro lado, tantas paragens e arranques e tantos breakdowns fazem com que os temas fiquem sem uma lógica organizacional. No entanto deve apontar-se que tecnicamente este é um trabalho de boa qualidade quer em termos instrumentais quer em termos vocais. Aliás, só se esperaria isso tal a qualidade dos nomes envolvidos. No entanto falta o mais importante: boas canções. Pelo que Into Forever se torna um álbum banal.

Tracklist:
1. Through Dark And Light
2. Into Forever
3. The Innocence In Me
4. You Hold The Key
5. Enter a Dream
6. Crossing
7. We Cry No More
8. Under The Sun
9. Scattered Mind
10. Final Wisdom
11. What Matters

Lineup:
Markus Sigfridsson – guitarras e teclados
Daniel Flores – bateria
Kaspar Dahlqvist – teclados solo
Andreas Passmark – baixo
Thomas Vikstrom, Caroline Sigfridsson, Christian Liljegren e Erik Tordsson – vocais

Internet:

Comentários

  1. Hey, I am checking this blog using the phone and this appears to be kind of odd. Thought you'd wish to know. This is a great write-up nevertheless, did not mess that up.

    - David

    ResponderEliminar

Enviar um comentário