sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Review: Breathe In Life (Betraying The Martyrs)

Breathe In Life (Betraying The Martyrs)
(2011, Listenable)

Segundo trabalho para a banda parisiense que faz do seu metal agressivo carregado de mensagens positivas o seu ponto maior de interesse. Musicalmente situados numa onde de metal poderoso e, por vezes, violento, cheio de groove, com referências a Pantera ou Machine Head, o sexteto assina com Breathe In Life um trabalho de extremos. Por um lado, é metal extremo que aqui se ouve. Mas, por outro lado, a banda consegue incorporar elementos de extrema melodia quer em alguns vocais, quer em alguns solos. Oiçam, por exemplo Man Made Disaster. Mas o que, de facto, enriquece esta obra é a forma como, numa dose muito bem calculada, a banda incorpora elementos progressivos e sinfónicos (Martyrs), coros (Man Made Disaster), pianos (Tapestry Of Me, Love Lost), atmosféricos (Leave It All Behind), industrial (Liberate Me Ex-Inferis) e até pop (Azalee). E são estes adereços que fazem com que simples (simples é uma forma de escrever, pois o coletivo acaba por criar estruturas até bem complexas) músicas extremas se transformem em verdadeiros hinos extremos. A secção rítmica é demolidora, chegando a ser brutalmente violenta a espaços, mas o contra peso é feito de uma agradável forma, levando a que a audição de Breathe In Life até se torne fácil.

Tracklist:
1. Ad Astra
2. Martyrs
3. Man Made Disaster
4. Because Of You
5. Tapestry Of Me
6. Liberate Me Ex-Inferis
7. Leave It All Behind
8. Life Is Precious
9. Love Lost
10. Azalee
11. When You’re Alone

Line up:
Aaron Matts- vocais
Victor Guillet – teclados e vocais
Baptiste Vigier – guitarras
Lucas D’Angelo – guitarras
Valentin Hauser – baixo
Antoine Salin - bateria

Internet:

Sem comentários: