terça-feira, 31 de julho de 2012

Review: Charlie Shred (Charlie Shred)

Charlie Shred (Charlie Shred)
(2012, Doolittle Group)

Charlie Shred é o nome de mais um projeto sueco a envolver o hiperativo guitarrista Tommy ReinXeed (ReinXeed, Golden Resurrection, Swedish Hitz Goes Metal). Aliás, os Charlie Shred não são mais que a banda nascida entre os dois guitarristas dos ReinXeed. Ora se ainda lhe adicionarmos Tommy, ficaremos naturalmente com uns ReinXeed II, com a exclusão do baixista Johan Tramborg. Seja como for, deve ser referido que esta estreia deste novo projeto nos parece como o melhor álbum dos três lançamentos sucessivos da Doolitle Group onde se incluem estes músicos. Falamos de ReinXeed, Pelle K e estes Charlie Shred. Naturalmente trata-se de power metal melódico mas aqui não há lugar a grandes orquestrações nem sinfonias desnecessárias. Trata-se de metal rápido, quase sempre muito rápido, algo retro e com excelentes linhas de baixo. Muito próximo do que nos anos 80 se chamava de speed metal em que os reis eram os Helloween. E é este precisamente o nome que nos vem à memória principalmente em temas como Time To Die, Game Over ou em Welcome To Hell, quanto a nós o melhor momento do disco fruto da sua enorme musicalidade. De resto Chralie Shred é um disco composto por agradáveis e alegres melodias, com diferentes tipos de aceleração e solos interessantes. Mas, como vulgarmente acontece neste género, também com alguma monotonia.

Tracklist:
1. Arise 
2. Panic 
3.  Death Comes To All 
4.  The Rose 
5.  Tainted Inside 
6. Time To Die 
7.  The Ancestors Guide 
8.  Game Over 
9.  Welcome To Hell 
10.  Fall Down
  
Line-up:
Calle Sundberg – vocais e guitarras
Mattias Johansson – guitarra solo
Johan Tranborg – baixo
Tommy ReinXeed – bateria, guitarras adicionais e teclados
 
Internet:
 
Edição: Doolittle Group

Sem comentários: