Review: Circles And Darkness (Bellylove)

Circles And Darkness (Bellylove)
(2012, Arcrae Media)
 
Quinto trabalho para o trio de Los Angeles Bellylove, coletivo liderado por Lisa Black, conhecida pelo seu percurso na lendária banda punk feminina dos anos 80, The Pandoras. E o que esperar? Rock. Puro, duro e simples. O trabalho apresenta 5 temas originais e nove versões distribuídas por três medleys, revisitando Frank Zappa, Black Sabbath, Pink Floyd, Taste Of Honey e Cheech And Chong (???). Aqui o importante é concentrarmo-nos nos temas originais, independentemente da muito agradável nova roupagem que o trio conseguiu colocar em temas míticos como War Pigs, Earache My Eye, Pigs ou Time (já que não podemos falar do tema dos completamente desconhecidos, pelo menos para nós, Cheech And Chong). E se o início com o tema título em tons pop se afigura pouco atrativo, a sua evolução para uma composição de rock cheio de postura e atitude onde não faltam riffs da escola sabbathiana, é suficiente para agarrar o ouvinte. Aliás, na sequência deste tema, reforça-se que o campo preferencial do restante trabalho se situa num rock melódico e algo pesado, com muitas referências aos anos 70. Um rock também cheio de dinamismo, com inesperadas alterações rítmicas e até de tempos. O melhor exemplo disso surge em Schmo Boy, quanto a nós o melhor tema do disco. Faltou dizer que Lisa Black se encontra acompanhada de outra senhora, Tony Valenta uma muito talentosa compositora e vocalista que aqui também assina de uma forma portentosa um fantástico trabalho de baixo, em grande parte responsável pela qualidade demonstrada em Circles And Darkness.
 
Tracklist:
1.      Circles And Darkness
2.      Boogie Oogie Oogie
3.      War Pigs
4.      Magic Fingers
5.      Stumble
6.      Schmo Boy
7.      Earache My Eye
8.      Apostrophe
9.      Earache My Eye (ending)
10.  Pigs
11.  Time
12.  Breathe
13.  (If You) Can´t Fix Me
14.  Stride Song
 
Line-up:
Lisa Black – guitarras
Adam Steinberg – bateria
Toni Valenta – baixo e vocais
 
Internet:
 
Edição: Arcrae Media

Comentários