Review: Awaken (Awaken)

Awaken (Awaken)
(2013, Mausoleum Records)
(4.8/6)
 
Ainda não há muito tempo, a Kerrang! chamava aos Lazarus uma das bandas mais essenciais dos nossos dias. Valeu pouco tal elogio. A banda acabaria por se desmembrar algum tempo depois. Recusando-se a desistir, o seu líder, fundador e vocalista, Glenn DaGrossa acabaria por colocar rapidamente em pé um novo projeto reunindo alguns músicos experientes do circuito nova-iorquino. O nome: Awaken. O seu trabalho de estreia homónimo tem sido apresentado como metal progressivo e o facto de a banda ter andado em tournée a abrir para os Queensryche, poderá acentuar essa sensação. Mas na nossa opinião Awaken é um disco de heavy metal tradicional, moderno e, eventualmente, pincelado de alguns apontamentos progressivos. Os temas são bem construídos e seguem uma linha orientadora estrutural e estilística bem definida e coerente ao longo de todo o álbum. Por outras palavras, um álbum elegante e adulto. Mas há três momentos verdadeiramente sublimes nesta estreia e que, de uma forma bem evidente, se destacam dos demais. A soberba abertura instrumental – March Of Aachen - onde desde logo surgem elementos acústicos que se virão a repetir, sempre com toque de bom gosto, em outros temas é o primeiro desses momentos altos. Depois, Mourning Heroes, um tema superiormente elaborado, com variações rítmicas muito bem conseguidas e, acima de tudo, um sensacional refrão com voz e guitarra a construir, cada um, uma linha melódica diferente mas que se complementam e intersetam de forma brilhante. É aqui que se acentua uma referência que já se vinha a notar (e se repetirá daqui para a frente): Iron Maiden. Finalmente, o fecho In This Circle, a tocar, de novo a donzela de ferro, numa faixa simultaneamente poderosa e bela. No restante, é um trabalho, como se referiu, equilibrado, variado e elegante. Há uma balada, há temas mais possantes, há temas mais up-tempo. E há, sem dúvida, no geral, um disco bastante agradável de se ouvir, com um vocalista com um desempenho de nível elevado e trabalho de guitarra bem conseguido, principalmente ao nível dos solos que são magnificos.
 
Tracklist:
1.      March Of Aachen
2.      As The Light, So The Dark
3.      Bones To Dust
4.      Beneath The Surface
5.      Mourning Heroes
6.      My Silent Breath
7.      Awaken
8.      The Inquisitor
9.      Death Of Me
10.  In This Circle
 
Line-up:
Glenn DaGrossa – vocais
Joe Todaro - guitarras
Scott Bennett - guitarras
Freddy Villano – baixo
Nick D'Alessandro – bateria
 
Internet:
 

Comentários