Review: Lancer (Lancer)

Lancer (Lancer)
(2013, Doolittle Group)
(5.1/6)
 
O oitavo tema da estreia dos Lancer chama-se Déjà Vu e é a chave para a compreensão de todo o disco. Porque, de facto, toda a audição de Lancer encerra em si uma sensação de deja vu. Metade do disco podia, perfeitamente estar incluída em qualquer dos álbuns dos Iron Maiden dos anos 80; a outra metade podia ter sido retirada dos álbuns dos Helloween da mesma época. Já se vê: em Lancer a criatividade é zero. Mas que diabo! As músicas que os suecos apresentam são grandes malhas de heavy metal. Aliás, se acabamos de dizer que poderiam estar incluídas nos álbuns dos Maiden e dos Helloween é porque, para além das semelhanças, também existe qualidade. E se há grupos que se empenham em ser criativos e únicos, há outros que se deixam conduzir por influências e, ainda assim, constroem algo de muito válido. Se vocês são daqueles para quem os plágios vos incomodam, então esqueçam este álbum. Se por outro lado, sabem reconhecer uma grande malha, mesmo que siga de forma decalcada as referências do passado, então deixem-se deliciar por temas Purple Sky, Exiled e Don´t Go Changing cheios de cavalgadas épicas, um baixo estonteante que poderia ser de Steve Harris e uns vocais que chegam a soar a uma air siren! Ou então deixem que o speed de Young And Alive (grande agressividade no baixo), Dreamchasers (bela harmonia inicial) ou Mr. Starlight vos envolva. Pelo meio há um tema, Seventh Angel, menos óbvio em termos de influências e que se revela a maior pérola de Lancer. Algures entre os Judas Priest e os Gamma Ray é uma faixa que vem demonstrar que quando os Lancer quiserem, podem criar grandes temas afastando-se das suas matrizes. Ficamos à espera disso num próximo registo.
 
Tracklist:
1. Purple Sky
2. The Exiled
3. Young and Alive
4. Seventh Angel
5. Don’t Go Changing
6. Dreamchasers
7. Mr. Starlight
8. Deja Vu
9. Between The Devil And The Deep
 
Line-up:
Isak Stenvall – vocais
Peter Ellström - guitarras
Fredrik Kelemen – guitarras
Emil Öberg - baixo
Sebastian Pedernera – bateria
 
Internet:
 
Edição: Doolittle Group

Comentários