Entrevista: Kayser

Desde 2006 em silêncio os suecos Kayser estão de regresso aos originais com Read Your Enemy e com nova editora, desta feita a gaulesa Listenable. O guitarrista Swaney contou-nos as últimas peripécias da banda e como estão esperançados com este forte regresso.

Olá Swaney! Obrigado pela tua disponibilidade! Novo álbum pronto para ser lançado – o que nos podes dizer a este respeito? Quais são os teus/vossos sentimentos e expetativas?
É ótimo estar finalmente de volta. Estamos muito orgulhosos de Read Your Enemy, e só podemos esperar que os metalheads achem que é tão bom quanto nós. As nossas expetativas são muito altas, uma vez que sentimos que temos um álbum forte.

Em comparação com os vossos trabalhos anteriores como descreves Read Your Enemy?
De facto levamos as coisas para um nível superior. Nós só fizemos o que sempre fizemos só que com a progressão da banda e a dinâmica entre nós cinco o crescimento veio de forma natural. Também já tinha havido progressão de Kaiserhof para Frame The World… Hang It On The Wall, mas agora parece que nos aproximamos do nosso próprio espírito. Read Your Enemy está ainda mais em seus próprios pés do que os dois álbuns anteriores e realmente acredito que isso ainda é só o começo.

Mas têm estado em silêncio desde 2006. O que aconteceu?
Muitas coisas que nem sequer vale a pena pensar. Muitas coisas diferentes contribuíram para este atraso. Às vezes, parece um longo túnel escuro, sem fim. Ficamos amarrados a uma editora e não conseguimos lançar o terceiro álbum por meio deles. Spice quis tirar um tempo para a sua banda solo e assim o fez. Nós também precisávamos de deixar passar a água sob a ponte para chegar limpa às nossas cabeças para nos concentrarmos em lidar com algumas coisas internas. Uma vez que nos livrámos da antiga editora e tudo o resto voltou ao seu lugar, nós próprios financiamos e produzimos o álbum. Depois disso, um ano inteiro à procura de uma nova editora e a preparar o lançamento. Agora, do outro lado do túnel, sabemos que saímos mais fortes do que nunca.

Referiste a editora e este regresso acontece com a Listenable depois de dois álbuns através da Scarlet. Como se sentem na nova casa?
Estamos muito felizes por fazer parte da Listenable. A empresa tem uma reputação muito boa e era a editora com quem esperávamos assinar. É tudo pelo melhor.

Quando os Kayser nasceram vocês eram membros de várias outras bandas. A situação mantem-se? Com os mesmos projetos ou alguns novos?
Somos muito diversificados enquanto músicos e, para além dos Kayser tocamos noutros projetos. Por exemplo Spice tem a sua banda a solo e Jokke está envolvido em muitos projetos uma vez que ele é também um músico freelance. Mas quando se trata de Kayser nada pode quebrar esse círculo, isso é certo.

E é fácil de gerir essas situações no que diz respeito a gravações ou tours?
Há sempre tempo para os Kayser. Às vezes as planificações demoram um pouco mais, mas é sempre resolvido. Estamos focados no que queremos alcançar com a banda.

Já têm algum vídeo para este novo álbum?
Sim, lançamos um vídeo para a faixa I’ll Deny You. Deve estar disponível a qualquer momento.

E tournées? Têm alguma agendada ou ainda estão na fase de planificação?
Atualmente estamos em negociações com booking agents. Esperamos fazer alguns festivais na próxima estação. Uma tournée não seria mal de todo, se me entendes. Esperamos estar aí fora em pleno vigor o mais depressa possível.

Mais uma vez obrigado. Queres acrescentar mais alguma coisa?
Estamos de volta e sentimo-nos muito bem. Para os metalheads por aí, confiram Read Your Enemy. Esperamos que que o achem um verdadeiro álbum bad ass. Esperamos vê-los por aí! Obrigado pela entrevista. Saudações!

Comentários