terça-feira, 1 de agosto de 2017

Review: Ninja (Pristine)

Ninja (Pristine)
(2017, Nuclear Blast)
(5.8/6)

Depois de Reboot, os Pristine chegam à Nuclear Blast e lançam o seu quarto álbum intitulado Ninja. Com algumas mudanças no seu lineup e com a consagração internacional, já há muito merecida, a banda liderada pela sensacional voz de Heidi Solheim não deixa os seus créditos por mãos alheias e lança mais um fantástico conjunto de canções. Provavelmente mais arriscado e eclético que Reboot, Ninja, volta a mostrar um coletivo com uma incrível capacidade criativa.  You Are The One e Sophia, os dois temas iniciais deixam logo bem claro que os noruegueses continuam a fazer rock pleno de soul e funk com soberbos arranjos minimalista e um trabalho de bateria sensacional. Pelo título, ninguém diria, mas The Perfect Crime, é uma balada… simplesmente genial e indescritível, com uma alma grandiosa! De seguida o rock com tendência Led Zeppelin em The Rebel Song surge com uma bateria brutal, um baixo cheio de swing e solos estonteantes. Daí para a frente, os Pristine optam por ser menos diretos e mais experimentais. The Parade onde o trompete marca presença e mais tarde na introspetiva  Jakyll And Hyde. O último tema do alinhamento normal e o primeiro das faixas bonus mostram outra faceta – aquele onde a voz de Heidi mais sobressai. Em Forget a vocalista aparece acompanhada apenas com um dedilhado acústico; em Ocean com um registo à capella com introdução gradual de atmosferas a partir do órgão. Os dois temas finais são registos ao vivo captados em Tromso, oportunidade única para se perceber como a banda se comporta em palco, isto, claro, para quem não teve a oportunidade de os ver quando por cá passaram. Dentro deste género de rock cheio de fuzz, algum psicadelismo e muito retro, os Pristine são, atualmente, dos coletivos mais consistentes e mais sólidos. Tal como é Ninja, um disco sólido e consistente. Mas também um disco feito com inteligência, coração e muita alma!

Tracklist:
1.      You Are The One
2.      Sophia
3.      The Perfect Crime
4.      The Rebel Song
5.      The Parade
6.      Ghost Chase
7.      Ninja
8.      Jekyll & Hyde
9.      Forget
10.  Ocean (bonus track)
11.  California (Live from Tromso) (bonus track)
12.  No Regret (Live from Tromso) (bonus track)

Line-up:
Heidi Solheim – vocais
Espen Elverum Jakobsen – guitarra elétrica
Asmund Wilter Kildal Eriksson – baixo
Aleksander Kostopoulos – bateria
Anders Oskal – Hammond e clavinet
Terje Johannesen – trompete, guitarra acústica e elétrica
Andreas Mjos – percussão e sintetizador

Internet:
Facebook   
Website    

Edição: Nuclear Blast Records    

Sem comentários: