RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Light In The Dark (Revolution Saints)

Light In The Dark (Revolution Saints)
(2017, Frontiers)
[6.0/6]

O que é que acontecerá quando se juntam Ozzy Osbourne, Journey, Whitesnake e Night Ranger. Sim, são os Revolution Saints que estão mais melódicos que nunca e começam a ganhar nome como coletivo. Depois do muito criticado Revolution Saints, em 2015, os internacionais voltam aos álbuns com Light In The Dark. Para além de toda a qualidade intrínseca é de aclamar a força de iniciativa de Serafino Perugino que, depois dos Place Vendome (outro dos melhores álbuns do ano para Via Nocturna) aposta nos Revolution Saints, outra grande aposta. Light In The Dark é um álbum cheio de melodias orelhudas, solos melodiosos e baladas anos ’80 espetaculares. Para além disso é um álbum bem estruturado e cheio de variações. E, ao longo de todo o álbum é mostrada uma mestria excecional provada pelos arranjos e variações inseridas nos momentos certos. Estão assim fundidas três das mais influentes peças do hard rock num álbum que para muitos é o melhor de hard rock melódico do ano (e para outros tantos da década).

Tracklist:
1.      Light In The Dark
2.      Freedom
3.      Ride On
4.      I Wouldn’t Change A Thing
5.      Don’t Surrender
6.      Take You Down
7.      The Storm Inside
8.      Can’t Run Away From Love
9.      Running On The Edge
10.  Another Chance
11.  Falling Apart

Line-up:
Deen Castronovo – bateria e vocais
Jack Blades – baixo e vocais
Doug Aldrich – guitarras

Convidado:
Alessandro Del Vecchio – piano, backing vocals

Internet:
Facebook    
Website    

Edição: Frontiers Records      

Comentários